Notícias no concelho de Batalha

Voltar

Pág.: 1
2018-09-17 00:00 - C.M. Batalha

A 2ª edição do projeto cultural “Ópera no Património”, que envolve os Municípios da Batalha, Leiria, Viseu, Pinhel, Foz Côa e a Universidade de Coimbra, concretizará mais de 90 concertos e diversas ações operáticas nos diversos territórios envolvidos nesta ação.


A Batalha, à semelhança de 2017, volta a receber diversos espetáculos de grande qualidade, com entrada gratuita, alusiva à conhecida peça “Visitação à Ópera de Eugene Onegin”, do compositor russo Piotr Tchaikovsky.


A programação inicia-se já no dia 20 de setembro, (quinta-feira), às 15h00 e às 17h00, no Claustro Real do Mosteiro, com breves concertos pelo Quarteto de Cordas. No dia seguinte, também às 17h00 e no mesmo local, atua o Grupo de Cordas.


No dia 22 de setembro, sábado, será apresentada às 21h30, no Largo do Infante D. Henrique, junto às Capelas Imperfeitas, a conhecida obra “Visitação à Ópera de Eugene Onegin”.


O programa encerra no domingo, 23 de setembro, às 19h00, na Igreja Matriz da Batalha, com a execução de “A Criação”, da autoria de Haydn, que envolverá mais de 50 músicos. Os ingressos para este concerto, atendendo à limitação do espaço, poderão ser levantados no Município da Batalha e no Posto de Turismo.



Para o Presidente da Câmara Municipal da Batalha, Paulo Santos, “a concretização do projeto Ópera no Património, resulta da forte vontade dos Municípios e demais entidades envolvidas, na democratização da oferta cultural, designadamente através do género musical da ópera”.


O Autarca ressalva ainda que para além dos espetáculos dirigidos ao público em geral, “os alunos da Batalha tomarão contacto ainda em 2018, com este género musical, através de ações pedagógicas, realizadas na Escola por consagrados músicos”. Toda a programação pode ser consultada através do endereço: www.operapatrimonio.pt

2018-09-17 00:00 - C.M. Batalha

A Câmara Municipal da Batalha, na execução financeira relativa ao 1º Semestre de 2018, apresenta uma situação financeira muito favorável, cujos principais indicadores revelam uma evolução positiva, com exceção da autonomia financeira, que ainda assim apresenta um valor acima dos 70%. Por exemplo, o indicador de “liquidez geral” passou de 2,54 (31/12/2017) para 3,07 em 30/06/2018, valor este que atesta a boa capacidade financeira do município.


No 1º semestre de 2018, as despesas comprometidas totalizaram 15.993.430,27 euros, (correspondentes a 86,8% do orçamento de despesa), valor este que compara com 14.183.520,63 euros do primeiro semestre de 2017. Em termos de despesa paga, no 1º semestre de 2018, atingiu o valor de 7.247.624,04 euros (equivalente a 39,3% do orçamento), e que compara com 5.592.384,93 euros do 1º semestre de 2017. Desta forma, é visível um aumento de 12,8% no investimento realizado em 2018 pela Câmara da Batalha, face a igual período de 2017.



O aumento do investimento justifica-se fundamentalmente, na rubrica “Aquisição de bens de capital”, facto este que não será alheio aos investimentos que o Município da Batalha tem em curso, como são os casos da remodelação da Escola Sede do Agrupamentos de Escolas da Batalha, do Edifício para rede europeia de investigadores e universidade sénior, ampliação da rede de saneamento nas freguesias da Golpilheira e Batalha, requalificação da rede viária em São Mamede e Reguengo do Fetal, de entre outros.


Os meios libertos do 1º semestre ascendem a mais de 900 mil euros, com tendência para aumentar, tendo em conta que o valor dos proveitos diferidos aumentou cerca de 1,782 milhões de euros, e está relacionado com o reembolso de despesas de investimento realizada ao abrigo dos programas comunitários.


De acordo com a informação contabilística a 30 de junho de 2018, também a dívida total do município mantém-se a níveis reduzidos, em cerca de 2 milhões de euros e que engloba os empréstimos antigos, valor que cumpre o limite legal, dispondo ainda o Município de uma margem positiva de endividamento de cerca 12,8 milhões de euros.


Tal como consta do recente Relatório do Conselho das Finanças Públicas (CFP) sobre a Execução orçamental da Administração Local no 1.º semestre de 2018, a Câmara Municipal da Batalha não regista qualquer pagamento em atraso desde o início do ano.


“O nosso objetivo é manter uma política de rigor nas contas municipais, com impostos locais baixos e que favoreçam as famílias e empresas locais, sem ignorar que estamos numa fase de forte investimento com apoio dos fundos europeus, opção realizada de forma responsável e sem comprometer o equilíbrio das contas municipais”, sublinhou o presidente da autarquia, Paulo Batista Santos.


A informação financeira do 1º semestre de 2018 foi reportada à Direcção-Geral das Autarquias Locais (DGAL) e será objeto de análise por parte dos órgãos municipais.

2018-09-04 00:00 - C.M. Batalha

O Município da Batalha vai disponibilizar bolsas de estudo aos alunos carenciados do ensino superior para o Ano-Letivo de 2018-2019, decorrendo o período de apresentação das candidaturas até ao próximo dia 15 de outubro.


No ano letivo transato beneficiaram desta medida 50 estudantes, tendo a Autarquia disponibilizado cerca de 30 mil euros para esta medida de apoio às famílias do concelho. O requerimento e o formulário da respetiva candidatura, depois de devidamente preenchidos, deverão ser entregues no Edifício dos Paços do Concelho, acompanhados dos documentos comprovativos das condições de acesso à bolsa.


Todos os documentos necessários à instrução dos pedidos para atribuição dos apoios encontram-se disponíveis no endereço: http://www.cm-batalha.pt/areas-de-intervencao/educacao/bolsas-de-estudo


No entender de Paulo Batista Santos, Presidente da Câmara Municipal da Batalha, “a atribuição de bolsas de estudo a estudantes do ensino superior que registam carência económica expressa o forte empenho da Autarquia em proporcionar a estes alunos e às respetivas famílias, auxílios financeiros bastante significativos”.


Para qualquer esclarecimento, poderá ser contactado Gabinete de Desenvolvimento Social do Município da Batalha, através do telefone 244 769 110 ou através do e-mail [email protected]

2018-09-03 00:00 - C.M. Batalha

A Praça Mouzinho de Albuquerque, na Batalha, recebe no próximo sábado, 8 de setembro, às 21h30, um grande concerto com a Orquestra de Jazz de Leiria, sendo a entrada gratuita.


A iniciativa, inserida no programa de dinamização cultural de verão da Câmara da Batalha, “Música na Praça”, tem proporcionado à população e aos turistas, diversos momentos de animação.


A Orquestra Jazz de Leiria, surgiu em 2011 e junta músicos de todo o Distrito de Leiria, sendo considerada um dos projetos musicais mais inovadores de toda a região centro do país. Constituída por 18 músicos, 5 saxofones, 4 trompetes, 3 trombones, 1 tuba, 1 vibrafone, 1 piano, 1 guitarra, 1 contrabaixo e 1 bateria, a direção artística é assumida por César Cardoso, professor na Escola de Jazz do Hot Clube de Portugal.



Registe-se a realização desta iniciativa insere-se no âmbito da programação da Região de Leiria - Rede Cultural, projeto da Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria, envolvendo 10 municípios.


Aponta Paulo Batista Santos, Presidente da Câmara Municipal da Batalha que a realização deste concerto na Vila da Batalha “é mais um evento de manifesta qualidade artística, destacando-se a participação de músicos virtuosos de toda a região de Leiria”.


 


Créditos fotográficos: David Sineiro

2018-08-27 00:00 - C.M. Batalha

Água, saneamento e pavimentações têm sido áreas de projeção e execução da Câmara Municipal nas freguesias do concelho da Batalha. Nos próximos dias serão iniciados os trabalhos de pavimentação de vários arruamentos das freguesias de Golpilheira e Batalha, respetivamente da Rua Casal Benzedor; Rua Padre José Frazão; Rua do Ribeirinho; Rua das Hortas – Andreus; Estrada da Raposeira; e Rua do Moinho. 


“Estamos a falar de cerca de 526 mil euros de investimento na rede viária principal das freguesias, nomeadamente o acesso ao concelho de Leiria (Rua das Hortas – Andreus), a Rua Padre José Frazão e a Rua do Ribeirinho. Para além disso há um conjunto de reparações e pavimentações noutras estradas complementares, bem como investimento na rede de saneamento nestes locais. São obras que resolvem os problemas das pessoas”, refere o presidente da Câmara, Paulo Batista Santos.



Estas pavimentações integram a obra de construção da rede de águas residuais domésticas (saneamento), execução de infraestruturas em Baixa, do concelho da Batalha, que integra os lugares do Colipo (parte), Casal do Alho (parte), Picoto (parte), Cividade (parte), Golpilheira (parte) e Bico Sacho (parte), que pertencem à freguesia da Golpilheira e visam o fecho de malha, recolha e condução de águas residuais domésticas do sistema Estação de Tratamento de Águas Residuais (E.T.A.R.) do Norte - Coimbrão, destino final dos efluentes na qual serão tratados.


Também prevista a rede de saneamento dos lugares da Corga, Santo Antão e Faniqueira, que pertencem à freguesia da Batalha. O investimento global ascende a cerca de 1,2 milhões de euros, projeto financiado pelos fundos europeus do POSEUR.


“Há mais de 50 anos que estes moradores reivindicavam esta obra. Trata-se de uma necessidade básica e de uma melhoria ambiental para todo o concelho da Batalha, e que junta a requalificação da rede viária que estava bastante degradada com as obras. Nessa linha, esta é uma obra mais do que justa, que vem ao encontro das pretensões dos moradores, como muitas das que têm sido feitas neste início de mandato”, acrescentou o presidente da câmara municipal da Batalha.


O mesmo destacou ainda a boa articulação entre a Câmara Municipal que lidera e as juntas de freguesia. “Enquanto presidente da Câmara procuro estar próximo das freguesias e de apelar à estreita colaboração entre as autarquias, cumprindo sempre que se justifique a descentralização de tarefas que podem ser mais eficazmente realizadas pelas freguesias”.


Depois dos investimentos em curso nas freguesias da Golpilheira e Batalha, como antes foram nas freguesias de São Mamede e do Reguengo do Fetal, com várias pavimentações realizadas em colaboração com as respetivas juntas de freguesia, Paulo Batista Santos garantiu que ainda há objetivos traçados para as freguesias, nomeadamente continuar o investimento nas pavimentações e nos acessos, que facilitem a circulação da população.


 


Créditos Fotográficos: Luís Miguel Ferraz / Jornal da Golpilheira

2018-08-24 00:00 - C.M. Batalha
Resultados das análises efetuadas à água para consumo humano na zona de abastecimento dos Pinheiros no Concelho da Batalha, referente ao 2º Trimestre de 2018, nos termos do artigo 17º do Decreto-Lei nº 306/2007, de 27 de agosto.
Pág.: 1
Publicidade | Sobre o Portal Nacional | Termos e Condições | Contactos | Clientes | No Facebook | No Twitter
Portal Nacional - 2009-2018 © Webdados - Tecnologias de Informação, Lda.
Todos os conteúdos são propriedade das entidades responsáveis pelas fontes devidamente assinaladas